Jéferson Assumção (Santa Maria-RS, 1970) é escritor com mais de 20 livros publicados. Autor de obras de ficção, filosofia, cultura digital e política de livro e leitura, ministra Oficina de Escrita Criativa, em Brasília e Porto Alegre, onde mora. Doutor em Filosofia pela Universidade de León (Espanha), fez pós-doutorado em Literatura na Universidade de Brasília (UnB). 
Agente literária: Agência Riff: https://www.agenciariff.com.br/site/AutorCliente/Autor/151


Contatos: 

e-mail: jassumcao@gmail.com 

51.99228015 (Whatsapp) 

ja_escritacriativa (Instagram)

https://m.me/jaescritacriativa (Facebook)

LIVROS

  • Notas sobre Turibio Núñez, escritor caído (BesouroBox, bilingüe português-espanhol) traz 16 pontos de vista sobre um mesmo tema: o fictício escritor argentino Turibio Núñez (1945-2015). Nascido em La Plata, ele teria vivido em Porto Alegre e no Rio de Janeiro, fugindo de um trauma em sua terra natal. Após sucessivas quedas, morais, intelectuais e financeiras, Turibio Núñez chega por fim a se estabelecer na favela da Rocinha, em busca de um sonho: tornar-se um escritor brasileiro. Ao terminar sua curiosa autobiografia, misteriosamente morre. Possivelmente num suicídio exemplar, ao modo de Yukio Mishima (1925-1970) ou Stefan Zweig (1881-1942). "Nesta história multifacetada, o personagem principal não passa, quase nunca, de alguém lateral, sem importância para nada e ninguém. Talvez, no fundo, cada um de nós seja visto assim pelo outro em vez depor nós mesmos", diz Assumção. O livro foi lançado em Madri (Espanha), Helsinki (Finlândia) e em Paris (França), na Universidade da Sorbonne e no Salão do Livro de Paris, dentro da Primavera Literária Brasileira. Para adquirir, www.besourobox.com.br

Cabeça de mulher olhando a neve (Besouro Box, 2015) foi semifinalista do Prêmio Oceanos 2016, categoria Contos. Teve lançamento em 2016 na França (Salão do Livro de Paris), em Madri, Espanha, e em Helsinque (foto), na Finlândia. "Cada conto deste livro é uma peça única e rara. O leitor desde a primeira página fica tomado pelo poder surrealista e vai lê-las e relê-las e cada vez que as ler terá a impressão de que estará lendo outro conto, outra história, outra fábula, com outra moral e outra intenção. Não há mágica maior no ofício literário. Celebremos esta conquista de Jéferson, vamos nos deixar levar pela fantasia que está impressa nestas páginas e talvez então também sejamos abençoados pelo mistério". (Tabajara Ruas) À venda no site www.besourobox.com.br

    Lançado em 2014 pela editora Libretos, de Porto Alegre, A Vaca Azul é Ninja em Uma Vida entre aspas retoma uma personagem surrealista inventada em 1994, com a publicação independente de A Vaca Azul é Ninja. Vinte anos depois, a vaca é uma alegoria de um intelectual em crise, violento e trocando os pés pelas patas em sua faina de querer colocar as aspas e os pingos nos is em uma sociedade irracional, falsa e feia. Publicado sob uma licença creative commons. À venda: www.libretos.com.br

    A Ilustração vital - Ortega y Gasset e o desenvolvimento de uma sociedade leitora (Bestiário/Fundação Ortega y Gasset, Cátedra Unesco de Leitura da PUC-Rio, 2013), é a publicação em livro de minha tese sobre fundamentação de políticas de livro, leitura e literatura. Desenvolve-se a partir dos conceitos de leitor vital e leitor-massa e reflete sobre uma ilustração para o Brasil baseada na ideia de razão vital do filósofo espanhol José Ortega y Gasset. Publicado sob uma licença creative commons. Para comprar: www.bestiario.com.br

    Homem-massa - A filosofia de Ortega y Gasset e sua crítica à cultura massificada (Bestiário/Fundación Ortega y Gasset, 2012) aborda este importante conceito ou personagem filosófico orteguiano, a partir dos principais textos orteguianos sobre o tema. Um posfácio intitulado "Cultura digital e desmassificação" traz questões relacionadas à atualidade do conceito diante das transformações culturais e tecnológicas da atualidade. Publicado em creative commons e disponível para download: https://www.bestiario.com.br/e-book_HOMEM-MASSA.pdf Para comprar : o livro físico: www.bestiario.com.br

    O Mundo das Alternativas - Pequeno dicionário para uma globalização solidária (Veraz, 2001) é o primeiro livro em copyleft do Brasil. É um abecedário com termos e conceitos utilizados na primeira edição do Fórum Social Mundial, 2001, em Porto Alegre. Ilustrado por Mario Guerreiro, o livro é resultado de uma parceria com Zaira Machado. Economia solidária, Democracia participativa, PIB verde, Software livre são algumas das diversas palavras provenientes de um mundo de alternativas sociais, econômicas e culturais,presentes no livro. Para baixar: https://designer.softwarelivre.org/O_Mundos_Das_Alternativas.pdf. Edição esgotada.

    Também publicado em copyleft e pela Veraz Editora, O Papel das instituições financeiras multilaterais no processo de desenvolvimento, Jéferson Assumção e Zaira Machado, é uma parceria com a CUT e a AFL-CIO, central de trabalhadores dos Estados Unidos. O livro traz a história das instituições financeiras multilaterais, como Banco Mundial (BM), Organização Mundial do Comércio (OMC), Fundo Monetário Internacional (FMI) e as propostas dos movimentos sociais para essas instâncias. Edição esgotada. 

    Máquina de destruir leitores (Sulina, 2000). Seria a escola brasileira uma máquina de destruir leitores? Pois esta novela-ensaio lançada no ano 2000 trabalha este importante tema a partir da visão de um narrador-protagonista, Italo, que passa pelos sofrimentos da máquina da professora Margarete criada para destruir, com todo seu peso, utilitarismo e oragmatismo, a incrível e experiência da leitura. Edição esgotada.

    Beco dos Gatos saiu em 1999, pela editora WS, coedição com a Fundação Cultural de Canoas. História de suspense e aventura com uma perspctiva social para o problema da situação de rua, cuja realidade era desconhecida de Tibélius e Marga, os protagonistas.

    A Pior banda do mundo, 1997, DCL.


    Tarzan-minhoca, 1997, DCL

    Em 1995, publiquei quatro livros bem bacaninhas pela Solivros, de Porto Alegre, com ilustrações do Telmo Guerreiro e da Francisca Braga. Nas fotos, A mais nova teoria sobre o universo, em que o professor Pafúncio Estapafúrdio traz uma ideia realmente inovadora para explicar a origem das coisas. Maria, em O poeminha torto da regüinha reta, se vê em voltas com uma régua que a engana o tempo todo, ou será que ela está aprendendo a desenvolver o senso de proporções? O bolo de tijolo traz uma aventura desastrada do Lolo e sua irmãzinha.

    Heroína dos que não desfazem a si próprios na baixaria arreganhada do rebanho, A Vaca Azul é Ninja (1994) é desenhada neste conjunto de narrativas que formam uma novela, digamos, no mínimo experimental. Personagem surrealista, parte da mitologia pessoal do autor, A Vaca Azul é Ninja é foliã de velhos carnavais.  Bicho bonito, manso, triste. Diz dela o autor: "Ao contrário da espécie boiuna bovinam vacas ronins. Comeram gramas de outrora. Lindas borboletas ornam o limiar obsceno de suas tetas rasas, onde mergulham vis bebês samurais em busca de sua sabedoria láctea. É a própria via de estrelas, mergulhada no espelho do estreito do mar amarelo".

    twitter: @jassumcao

    jassumcao@gmail.com